4.8/5 - (17 votes)

Os Melhores Teclados Sintetizadores Do Brasil Em 2024

grupo musical tocando teclados sintetizadores em show

Seja você um apaixonado pela música eletrônica, um entusiasta da criação de sons únicos ou um músico em busca de novas fronteiras na expressão musical, este guia irá lhe apresentar uma lista com os melhores teclados sintetizadores atualmente.

Recomendamos o teclado XPS-30 da Roland como escolha de melhor modelo disponível hoje no mercado, isso é consequencia principalmente de todas as funções e diferentes características que este modelo trás.

Caso você procure por um modelo focando mais no custo-benefício, indicamos o GO-61K por possuir um ótimo valor em relação a tudo que ele oferece.

Lista Dos Melhores Teclados Sintetizadores

1. Teclado Sintetizador XPS-30 Roland (Melhor Teclado Sintetizador do Mercado)

modelo de teclado musical Roland Juno DS-76

O teclado musical Roland XPS-30 se destaca como a nossa escolha de melhor teclado sintetizador do mercado, isso graças a todas as diferentes funções que este modelo consegue exercer, além de contar com ótimas inovações tecnológicas.

Este modelo não só herda os recursos admirados do popular XPS-10, mas também incorpora avanços significativos que o colocam no topo da lista para músicos profissionais e amadores.

Conclusão:

O Roland XPS-30 não é apenas um teclado sintetizador; é uma revolução na criação musical portátil. Ele combina um vasto leque de funcionalidades avançadas com facilidade de uso, tornando-o ideal tanto para performances ao vivo quanto para produção musical. 

A qualidade sonora aprimorada, juntamente com a capacidade de expansão e os controles intuitivos, fazem do XPS-30 uma escolha inigualável para músicos que buscam o modelo com a melhor qualidade disponível hoje em dia. 

Este teclado não só atende às necessidades dos músicos modernos, mas estabelece um novo padrão no mundo dos teclados sintetizadores.

PrósContras
Variedade extensa de sons de alta qualidade
Fácil de transportar e usar em performances ao vivo
Expansibilidade de sons via USB
Controles em tempo real para ajuste fino de patches
Entrada de microfone com efeitos dedicados
Sequenciador de oito tracks integrado para composição rápida
Interface USB para integração com computadores e DAWs
Pode ser um pouco complexo para iniciantes devido à sua vasta gama de funcionalidades
O custo pode ser um fator limitante para músicos amadores com orçamento restrito
A quantidade de sons e funcionalidades pode ser esmagadora para quem busca simplicidade

2. GO:Keys | GO-61K – Roland (Melhor Teclado Musical Sintetizador Custo Benefício)

Bmodelo de teclado BASS STATION II Sintetizador Monofônico Analógico da marca Novation

O Roland GO:Keys | GO-61K em questão é, sem dúvida, uma das melhores opções disponíveis no mercado e a nossa escolha de melhor teclado sintetizador custo benefício. 

Este modelo combina uma boa variedade de funcionalidades com uma facilidade de uso que o torna mais acessível tanto para músicos iniciantes quanto para profissionais. 

Com mais de 600 ritmos internos, mais de 1500 sons e uma série de recursos adicionais, o GO:Keys é uma escolha excepcional para quem busca versatilidade e portabilidade em um teclado

Conclusão:

Este modelo é uma verdadeira maravilha para músicos que buscam um equilíbrio ideal entre preço e qualidade. Ele não apenas oferece uma diversidade impressionante de sons e ritmos, mas também é extremamente portátil. 

Seja para um músico iniciante ou um profissional em turnê, o GO:Keys | GO-61K representa uma excelente escolha, proporcionando uma experiência musical rica e versátil a um preço mais acessível.

PrósContras
Extensa variedade de ritmos e sons, incluindo opções específicas do Brasil
Flexibilidade para mixar sons e criar texturas musicais únicas
Memória interna que suporta samples complexos
Funcionalidade de microfone com efeitos, ideal para vocalistas
Leve e fácil de transportar, perfeito para músicos em movimento
Memória interna de 128Mb pode ser limitada para músicos que utilizam intensamente samples
Pode ser um pouco complexo para iniciantes devido à grande quantidade de sons e ritmos
O foco em portabilidade pode resultar em comprometimentos em termos de construção e durabilidade a longo prazo

3. MININOVA Sintetizador de 37 teclas – Novation (Bom Modelo da marca Novation)

 

teclado sintetizador de 37 teclas da Novation

Este teclado musical Sintetizador Compacto da Novation pode ser um instrumento modesto em tamanho, com suas 37 mini teclas, mas sua capacidade criativa é impressionante

Além disso, você tem a liberdade de personalizar ainda mais os sons usando os cinco knobs intuitivos, permitindo a criação de timbres únicos e cativantes. Definitivemte este modelo está entre os melhores teclados musicias sintetizadores.

Este modelo é polifônico e suporta até 18 vozes, cada uma delas com cinco efeitos. Os recursos especiais VocalTune e vocoder adicionam uma camada de criatividade, possibilitando a criação de efeitos de voz impressionantes, comuns em gêneros como hip hop e música eletrônica.

Uma das características mais notáveis deste sintetizador é a capacidade de gravar e armazenar até 128 sons personalizados, proporcionando um amplo espaço para a experimentação e composição musical.

Conclusão:

O Sintetizador Compacto da Novation é uma ferramenta poderosa para músicos e produtores que buscam uma ampla variedade de sons e efeitos sonoros criativos. Sua capacidade de personalização e recursos de efeitos de voz o tornam uma escolha sólida para gêneros musicais diversos. 

PrósContras
Ampla variedade de sons internos
Capacidade de personalização de timbres
Recursos de VocalTune e vocoder para efeitos de voz
Capacidade de gravar até 128 sons personalizados
Ampla gama de osciladores, filtros e efeitos
Apenas 37 mini teclas
Requer conhecimento musical para explorar todo o seu potencial

4. MiniBrute 2 Sintetizador analógico semi-modular e sequenciador de passos – Arturia (Teclado Sintetizador Avançado)

mini teclado modelo Beirute

O teclado musical Arturia MiniBrute 2 é uma notável evolução do já admirado MiniBrute original, conhecido por seu som distintivo e facilidade de uso. 

Esta versão aprimorada agora está equipada com um patchbay de 48 pontos, oferecendo uma ampla gama de possibilidades sonoras sem a necessidade de patching adicional.

Uma das adições notáveis é a inclusão de um sequenciador no estilo KeyStep, uma ferramenta valiosa para improvisações dinâmicas e experimentações musicais. 

Essa adição faz do MiniBrute 2 uma escolha ideal para integração em configurações de produção musical modernas, e ele se harmoniza perfeitamente com outros módulos e o DrumBrute da Arturia.

O MiniBrute 2 não é simplesmente uma atualização, mas sim uma renovação completa. Destacam-se os seguintes aprimoramentos:

Segundo VCO: A inclusão de um segundo oscilador é ideal para a criação de sub-oscilações e dissonâncias, expandindo ainda mais as opções sonoras.

Metalizador Aprimorado: O metalizador foi refinado para maior precisão, resultando em um som menos caótico e mais controlado.

Teclado Aprimorado: Inspirado no teclado usado no MatrixBrute, agora com duas oitavas, proporcionando uma experiência de toque superior e maior flexibilidade.

Conclusão:

O Arturia MiniBrute 2 é uma escolha excepcional para músicos e produtores que desejam um sintetizador analógico semi-modular de alto desempenho. Sua ampla gama de recursos e aprimoramentos em relação à versão anterior o tornam uma ferramenta valiosa para criação sonora avançada.

Embora possa ser desafiador para iniciantes de sintetizadores devido à sua complexidade, é uma escolha inspiradora para músicos que buscam explorar novos horizontes sonoros e desfrutar de um som característico da Arturia.

PrósContras
Patchbay expansivo para experimentação sonora avançada
Sequenciador estilo KeyStep para improvisações dinâmicas
Integração perfeita em configurações de produção musical modernas
Aprimoramentos significativos no design em comparação com a versão anterior
Complexidade para iniciantes devido à riqueza de recursos
Preço mais elevado em comparação com sintetizadores básicos

5. Teclado Sintetizador Yamaha 61 teclas MODX6+ Plus – Yamaha (Opção Luxuosa Indicada para Profissionais)

modelo de teclado musical mod6 da YAmaha

O teclado sintetizador Yamaha MODX6+ Plus se destaca como um expoente no mundo da música, graças à sua notável polifonia e capacidade de design sonoro.

A polifonia é impressionante, com 128 notas de polifonia estéreo AWM2 e 128 notas de polifonia FM-X, apenas a ponta do iceberg em termos de especificações técnicas. 

Equipado com uma memória flash interna robusta de 1,75 GB, o MODX6+ Plus oferece espaço de sobra para amostras personalizadas e bancos de som de outros sintetizadores, ampliando os horizontes da criatividade.

As alavancas e roldanas de pitch e modulação foram aprimoradas com acabamentos em borracha, proporcionando uma aderência superior durante performances. Isso se traduz em um controle mais preciso e uma tocabilidade excepcional.

Vale notar que a imensa capacidade deste sintetizador pode ser um tanto intimidante para iniciantes, já que o manual “arranha apenas a superfície” de suas potencialidades.

Veja aqui também outros modelos que estão entre os top 6 melhores teclados Yamaha.

PrósContras
Polifonia expansiva para profundidade sonora
Memória flash generosa para amostras e bancos de som personalizados
Aprimoramentos nas alavancas e roldanas para controle preciso
Versatilidade criativa para músicos experientes
Integração com outros equipamentos Yamaha para efeitos incríveis
Potenciômetros frágeis, exigindo cuidado na manipulação
Complexidade pode intimidar iniciantes, tornando o manual insuficiente

O que é um teclado sintetizador?

Um teclado sintetizador, ou simplesmente “sintetizador”, é um instrumento musical eletrônico capaz de gerar uma ampla variedade de sons ao manipular sinais elétricos ou digitais. 

Diferente de um piano ou teclado tradicional, que produz sons a partir de teclas que acionam martelos e cordas, um sintetizador utiliza circuitos eletrônicos (em modelos analógicos) ou software (em modelos digitais) para criar sons

  1. Geração de Som: Sintetizadores podem criar sons únicos que não são encontrados na natureza ou em instrumentos acústicos. Eles podem imitar sons de instrumentos existentes ou criar timbres completamente novos.

  2. Modulação e Controle: Sintetizadores permitem ao usuário modificar o som através de uma variedade de controles, como osciladores (que determinam a frequência do som), filtros (que alteram a qualidade tonal do som), e envelopes (que modelam a duração e a dinâmica do som).

  3. Polifonia: Muitos sintetizadores são capazes de polifonia, o que significa que podem produzir múltiplas notas ao mesmo tempo, diferentemente dos primeiros sintetizadores monofônicos que só podiam tocar uma nota de cada vez.

  4. Interconectividade: Sintetizadores frequentemente incluem opções para se conectar a outros dispositivos musicais e equipamentos de áudio, como computadores, outros teclados e sistemas de PA, através de cabos MIDI, USB ou áudio.

  5. Programação e Sequenciamento: Alguns sintetizadores oferecem recursos para programar e sequenciar padrões de notas, permitindo que os músicos criem e reproduzam linhas musicais complexas automaticamente.

Os sintetizadores são usados em uma variedade de gêneros musicais, desde música eletrônica e pop até jazz e trilhas sonoras de filmes, devido à sua incrível flexibilidade e capacidade de produzir uma vasta gama de sons.

Caso seja de seu interesse, veja também os melhores pianos digitais: guia de compra 2024.

Como Usar um Teclado Sintetizador? (9 Dicas Essenciais)

1. Conheça seu Teclado Musical Sintetizador:

Leia o manual do usuário para entender as especificações e recursos do seu sintetizador.
Familiarize-se com a interface, botões, controles deslizantes e menus.
2. Configuração Básica:

Ligue o sintetizador e conecte-o a um amplificador, alto-falantes ou fones de ouvido.
Verifique se os volumes estão ajustados corretamente para evitar distorção.
3. Seleção de Timbres (Sons):

Explore os timbres disponíveis no seu sintetizador. Geralmente, você pode selecionar diferentes sons, como pianos, órgãos, sintetizadores, etc.
Use os botões de seleção de timbre para escolher o som desejado.
4. Experimente com os Controles:

Ajuste os parâmetros de som, como ataque, liberação, filtros, ressonância e modulação.
Experimente com o pitch bend e a roda de modulação, se aplicável.
5. Crie Sequências e Ritmos:

Se o seu teclado sintetizador tiver recursos de sequenciador, explore a criação de sequências musicais.
Experimente ritmos e batidas, ajustando o tempo e a velocidade conforme necessário.
6. Pratique as Teclas Musicais:

Treine sua destreza com o teclado.
Experimente escalas, acordes e progressões de acordes para melhorar suas habilidades de interpretação.
7. Efeitos e Processamento de Som:

Explore os efeitos disponíveis no sintetizador, como reverb, chorus, delay e outros.
Aprenda a aplicar e ajustar esses efeitos para modificar seu som.
8. MIDI e Conectividade:

Se o seu sintetizador tiver capacidade MIDI, aprenda a conectá-lo a outros dispositivos, como computadores ou controladores externos.
Isso permite uma integração mais avançada em seu setup musical.
9. Aulas e Tutoriais:

Considere a possibilidade de utilizar recursos educacionais, como aulas online ou tutoriais em vídeo, para aprofundar seu conhecimento sobre o sintetizador.

Quais são os principais tipos de teclados sintetizadores? Veja todos os 10

menino tocando teclado musical

Existem vários tipos de sintetizadores, cada um com suas características únicas e formas de geração de som. Os principais tipos de sintetizadores incluem:

1. Teclados Sintetizadores Analógicos:

Os sintetizadores analógicos são considerados os clássicos. Eles usam circuitos eletrônicos analógicos para gerar e modificar os sinais sonoros. Caracterizam-se por seus osciladores, filtros, envelopes e LFOs analógicos. Sintetizadores analógicos são conhecidos por produzir sons quentes, orgânicos e muitas vezes imprevisíveis. Exemplos famosos incluem o Moog Minimoog e o Sequential Prophet-5.

2. Teclados Musicais Sintetizadores Digitais:

Sintetizadores digitais usam processamento de sinal digital para gerar sons. Eles oferecem uma ampla variedade de timbres, desde emulações de sintetizadores analógicos até sons mais complexos e experimentais. Sintetizadores digitais são altamente versáteis e muitas vezes oferecem polifonia estendida. O Yamaha DX7 é um dos sintetizadores digitais mais icônicos.

3. Modelos Sintetizadores de Modelagem:

Esses sintetizadores, como o Nord Lead, utilizam a modelagem para emular o comportamento de sintetizadores analógicos. Eles combinam a flexibilidade dos sintetizadores digitais com a calor dos sintetizadores analógicos.

4. Os Com Síntese de Modulação de Frequência (FM):

A síntese FM, popularizada pelo Yamaha DX7, é uma técnica que gera sons ao modular a frequência de um oscilador por outro. Isso resulta em timbres complexos, como sinos metálicos e pianos elétricos.

5. Teclados Sintetizadores de Síntese Subtrativa:

Este é o tipo mais comum de síntese. Envolve a criação de sons através da remoção de harmônicos de um som rico em frequência, geralmente com filtros. A maioria dos sintetizadores analógicos opera com síntese subtrativa.

6. Sintetizadores de Síntese Aditiva:

A síntese aditiva envolve a criação de sons adicionando harmônicos individuais. Isso permite a geração de sons complexos, mas pode ser mais complexo de controlar. O Fairlight CMI é um exemplo pioneiro de sintetizador de síntese aditiva.

7. Sintetizadores de Síntese Granular:

A síntese granular desmembra sons em pequenos grãos e os reorganiza para criar texturas sonoras únicas. É usado para sons etéreos e experimentais.

8.Teclado Musical Sintetizador Modulador:

Sintetizadores modulares permitem que os músicos criem sistemas personalizados conectando módulos individuais. Eles oferecem total flexibilidade e são populares entre os entusiastas da música eletrônica.

9. Os Teclados Musicais Sintetizadores de Modelagem Física:

Esses sintetizadores emulam instrumentos acústicos através da modelagem física, permitindo a criação de sons realistas, como pianos, violinos e guitarras.

10. Sintetizadores Híbridos:

Sintetizadores híbridos combinam elementos de diferentes tipos de síntese, oferecendo uma ampla gama de possibilidades sonoras.
A escolha do tipo de sintetizador depende das preferências do músico, estilo musical e objetivos criativos. Cada tipo oferece um conjunto único de características e texturas sonoras, e muitos músicos acabam usando vários tipos de sintetizadores para diversificar seu arsenal sonoro.

Para saber mais, veja o nosso guia de tipos de teclados musical.

Perguntas e Respostas Sobre Os Melhores Teclados Sintetizadores

Veja abaixo as perguntas e respostas mais comuns sobre este tipo de teclado musical, os teclados sintetizadores.

Quais teclados musicais sintetizadores são ideais para iniciantes?

Para iniciantes, sintetizadores como o Korg Volca, Roland Boutique, Novation MiniNova e Yamaha Reface são ideais devido à sua facilidade de uso e preços acessíveis. Eles oferecem uma introdução amigável à síntese sonora e, em alguns casos, incluem tutoriais embutidos. 

O modelo te teclado musical Arturia MicroBrute é uma excelente opção para quem quer experimentar a síntese analógica. Para aqueles interessados na síntese modular, o Behringer Neutron é uma escolha sólida. 

O Korg Minilogue oferece uma experiência polifônica e intuitiva. A escolha final depende do interesse do iniciante em termos de estilo musical e tipo de síntese.

Analíse os 8 melhores teclados para iniciantes.

Qual é a diferença entre um teclado sintetizador e um teclado arranjador?

A principal diferença entre um teclado sintetizador e um teclado arranjador reside na funcionalidade e finalidade de cada instrumento musical. O teclado sintetizador é projetado para criar e manipular sons, permitindo aos músicos programar e personalizar timbres de alta qualidade de acordo com diversos estilos musicais. 

Em contrapartida, o teclado arranjador é focado em fornecer acompanhamentos automáticos e uma variedade de estilos musicais predefinidos, tornando-o ideal para músicos que desejam tocar com uma banda virtual embutida. 

Ambos os modelos têm suas vantagens e aplicações específicas, sendo a escolha entre eles influenciada por fatores como o objetivo do músico, a qualidade desejada do som e o estilo musical em questão na hora da compra de instrumentos musicais.

O que é síntese FM em um Teclado Musical?

A síntese FM, ou Frequency Modulation, é uma técnica de síntese de som amplamente usada em teclados musicais e outros instrumentos para criar uma variedade de sons e estilos musicais. 

Ela envolve a modulação da frequência de uma onda portadora por outra onda, geralmente chamada de moduladora, para produzir tons complexos e harmônicos. 

Os teclados musicais que utilizam síntese FM são conhecidos por sua capacidade de produzir sons brilhantes, cristalinos e complexos, tornando-os uma escolha popular para uma ampla gama de estilos musicais. 

Os músicos podem ajustar parâmetros específicos por meio do painel de controle do produto para criar sons únicos e personalizados, proporcionando alta qualidade sonora em gravação de áudio e apresentações ao vivo.

Leia mais também sobre: os melhores teclados arranjadores (atualizado 2024).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *